Na tradução para o português, urban jungle significa “selva urbana”. A tendência de decoração, como sugere seu nome, proporciona um contato maior com a natureza na cidade. A ideia é usar plantas e elementos naturais na decoração dos ambientes, criando uma espécie de “floresta” dentro de casa. 

Não existe um caminho exato para seguir esse estilo de decoração. O ponto-chave é apostar na criatividade aliada a muitas plantas, de diversos tipos e tamanhos. Uma das formas, talvez a mais conhecida, são os jardins verticais. Instalado em uma das paredes dos cômodos (sala, quarto, varanda), ele combina em um só espaço diferentes espécies de plantas.

Além do jardim vertical, o urban jungle pode complementar a decoração de toda a casa. Combinações de vasos de plantas de diferentes tamanhos, pequenos, médios e grandes, podem aparecer em todos os cômodos. As prateleiras, que ainda podem trazer a madeira como outro elemento natural, ajudam a otimizar o espaço e alternar a altura das plantas. Assim como as mesas e suportes elevados.

Outra possibilidade é misturar as plantas com quadros, estampas, vasos, cores e outros elementos decorativos.

Esse estilo de decoração não tem apenas um apelo estético, ele representa também benefícios à saúde e ao bem-estar. Além do contato com a natureza, as plantas purificam o ar do ambiente e servem como uma válvula de escape do estresse cotidiano. Vale lembrar que ao optar pelo urban jungle cria-se um compromisso em cuidar das plantas, que precisam de luz do sol, ventilação e água.